ONU anuncia progressos na luta contra a Sida

30 novembro 2009

Segundo relatório da ONU, em termos globais, 45% de mulheres grávidas infectadas com o HIV recebem hoje tratamento, um aumento de 200% relativamente aos valores registados em 2005.

[caption id="attachment_164612" align="alignleft" width="175" caption="Foto: World Bank "]

João Duarte, da Rádio ONU em Londres.

O relatório das Nações Unidas afirma que esforços nacionais para combater a pandemia da Sida, em particular a transmissão do vírus da mãe para o filho, mostram resultados encorajadores. O relatório "Crianças e Sida: o quarto relatório de avaliação" foi elaborado em conjunto por quatro agências da ONU, entre elas o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e a Organização Mundial de Saúde, OMS.

Os dados recolhidos, segundo o relatório, sugerem que se fizeram progressos para impedir a transmissão do vírus HIV das mães para os filhos e no aumento dos testes em mulheres grávidas infectadas com HIV.

Progresso

No continente africano, a África do Sul é o país onde mais progressos se fizeram nos tratamentos para impedir a transmissão do vírus da mãe para o filho. De apenas 15% em 2004, hoje a taxa subiu para 73%. Outros casos de destaque incluem a Namíbia com 91% e o Botswana com 95%.

A directora-executiva do Unicef, Ann Veneman, afirma que em termos globais 45% de mulheres grávidas infectadas com o HIV recebem hoje tratamento, um aumento de 200% relativamente aos valores registados em 2005.

Nigéria

Ainda de acordo com o documento, um dos casos onde é necessário agir com mais urgência é a Nigéria onde cerca de 90% de mulheres grávidas com HIV não têm acesso a tratamentos para impedir a transmissão do vírus para os seus filhos.

Em termos gerais, o relatório destaca a situação das mulheres e jovens entre os 15 e os 24 anos de idade.

O documento afirma que se trata de um dos grupos de risco mais elevado. Na África subsaariana, este grupo constitui quase 70% dos casos de novas infecções.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud