Cabo Verde registra primeiro surto de dengue
BR

12 novembro 2009

Cruz Vermelha Internacional vai mobilizar 450 voluntários para ajudar no combate à doença; entre 700 e 800 novos casos são registrados todos os dias nos hospitais do país.

Carlos Araújo, da Rádio ONU, em Nova York*.

A Cruz Vermelha Internacional anunciou nesta quinta-feira uma ajuda de US$ 150 mil para apoiar Cabo Verde no combate à epidemia de dengue.

Um comunicado do órgão indica que é preciso atuar com rapidez para limitar as consequências do surto, o primeiro registrado no arquipélago e o maior já detectado na África Ocidental.

Doença

Os primeiros casos da doença surgiram em setembro, mas a epidemia de dengue intensificou-se em novembro. Segundo as autoridades sanitárias caboverdianas até esta quinta-feira foram registrados cerca de 14 mil casos.

Entre 700 e 800 novos casos são notificados todos os dias nos hospitais do país, pelo menos quatro das nove ilhas habitadas tem infecções e a maioria dos casos está concentrada na capital, cidade de Praia.

Seis pessoas já morreram e 109 foram diagnosticadas com dengue hemorrágica, a forma mais grave da doença que pode ser fatal se não for bem tratada.

O secretário-geral da Cruz Vermelha em Cabo Verde, José Maria Semedo, disse à Rádio ONU, da cidade de Praia, que o órgão vai mobilizar 450 voluntários para ajudarem no combate à dengue.

Focos

"De momento a prioridade é acabar com o mosquito, acabar sobretudo com os focos onde se reproduzem os mosquitos. Geralmente esse trabalho é feito com voluntários da Cruz Vermelha, nos fins de semana. Existe um outro grupo envolvido em campanhas de sensibilização, sobretudo nos três próximos meses", afirmou.

A Cruz Vermelha Internacional apelou para a tomada de medidas urgentes para evitar o alastramento da doença a outras regiões da África Ocidental. Cinquenta e cinco novos casos de dengue já foram notificados no Senegal.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud