Conselho de Segurança debate situação na Guiné-Bissau

5 novembro 2009

Representante de Ban Ki-moon e chefe do missão da ONU na Guiné-Bissau, Unogbis, Joseph Mutaboba, vai informar os membros do órgão sobre os últimos desenvolvimentos no país.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança da ONU debate esta quinta-feira o último relatório do Secretário-Geral, Ban Ki-moon, sobre a Guiné-Bissau.

No documento, Ban exorta os dirigentes a cultivarem o diálogo com vista ao reforço da democracia e ao restabelecimento da confiança dos cidadãos no processo político.

Causas Profundas

Ele elogia também o povo, o governo, a Comissão Eleitoral e as forças de segurança da Guiné-Bissau pela sua conduta nas pacíficas e bem organizadas eleições presidenciais de Junho e Julho.

Ban afirma estar encorajado pelos preparativos em curso para a realização de uma conferência destinada a identificar as causas profundas do conflito e da instabilidade no país.

No relatório, o Secretário-Geral nota com satisfação a decisão do presidente Malam Bacai Sanhá e do governo de investigarem os assassinatos políticos ocorridos este ano no país. Ele diz que um tal inquérito pode ajudar a combater a impunidade e promover a justiça e reconciliação nacional.

Durante a reunião de quinta-feira, o Representante de Ban Ki-moon e chefe do missão da ONU na Guiné-Bissau, Unogbis, Joseph Mutaboba, informará os membros do Conselho de Segurança sobre os últimos desenvolvimentos naquela nação da África Ocidental.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud