Ban pede a Israel fim do despejo de palestinos
BR

4 novembro 2009

Ban Ki-moon alerta para ações provocativas em Jerusalém Oriental; ele diz que comportamento israelense estimula tensões, causa sofrimento e diminuição da confiança.

Daniela Traldi, da Rádio ONU, em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, fez um apelo a Israel para parar com o que classificou como ações provocativas contra os palestinos.

Em comunicado divulgado por sua porta-voz nesta terça-feira, Ban expressou receio quanto a medidas israelenses em território ocupado em Jerusalém Oriental.

Despejados

A reação do Secretário-Geral veio após o despejo de mais uma família palestina na região, o último de uma série de incidentes parecidos.

De acordo com a nota, israelenses também estariam demolindo casas e inserindo assentamentos em bairros cujos moradores são palestinos.

Segundo Ban Ki-moon, essas ações estimulam tensões, causam sofrimento e diminuição da confiança.

Ban pediu a Israel para cessar essa coduta e implementar os compromissos do chamado Roteiro da Paz para o Oriente Médio, que inclui o congelamento das atividades de colonização, o desmantelamento de postos e a reabertura de instituições palestinas em Jerusalém Oriental.

Dois Estados

De acordo com Ban Ki-moon o atual comportamento de Israel é um obstáculo e contraria o Roteiro da Paz que prevê a criação de dois estados, proposta apresentada pelo ‘Quarteto Diplomático', composto por Nações Unidas, União Européia, Rússia e Estados Unidos.

O Secretário-Geral da ONU já havia dito durante fórum no Marrocos na semana passada que o aumento das tensões na região pode resultar em consequências humanitárias trágicas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud