Crédito agrícola na AL

3 novembro 2009

[caption id="attachment_171025" align="alignleft" width="175" caption="Economia rural"]

Daniela Traldi, da Rádio ONU, em Nova York.

 A participação do setor público tem sido fundamental para ajudar na recuperação econômica nas áreas rurais, e o papel do Estado é manter e defender a sustentabilidade social e financeira desse segmento sem esperar que os bancos cumpram esse papel.

Mas a América Latina e o Caribe precisam de políticas públicas que dinamizem o mercado interno e incentivem o setor agrícola da região.

A conclusão é da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, após encerramento de seminário no Chile que reuniu especialistas, executivos de instituições financeiras e formuladores de políticas públicas de mais de 10 países.

Em entrevista à Rádio ONU, de Santigo, no Chile, o diretor de Políticas do Escritório Regional da FAO, Fernando Soto Baquero, disse que é necessário ampliar o crédito e estabelecer uma nova agenda agropecuária na região. Ele também falou sobre os desafios para o setor em países como o Brasil.

Acompanhe a entrevista de Fernando Soto Baquero, concedida à Daniela Traldi.

Tempo total: 6´59´´

Entrevista - Parte 01

Entrevista - Parte 02

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud