Vacina contra pneumonia pode ajudar milhões de crianças
BR

30 outubro 2009

Aliança Gavi pretende angariar US$ 4 bilhões para financiar a imunização em 42 países até o ano 2015; a doença recebe pouca atenção e recursos limitados.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York*.

A Aliança Gavi pretende vacinar 130 milhões de crianças em países pobres contra a pneumonia, que é a principal causa de mortalidade infantil no mundo.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira em Genebra, na Suíça, para marcar o 1º Dia Mundial contra Pneumonia, comemorado em 2 de novembro.

Parceria

A Aliança Gavi é uma parceria que inclui o Unicef, a OMS, o Banco Mundial, a Fundação Bill e Melinda Gates e representantes da indústria de vacinas de países industrializados e de países em desenvolvimento.

A pneumonia, uma grave inflamação dos pulmões, causada geralmente por uma infecção, é responsável pela morte de uma em cada quatro crianças. Ou seja, mais óbitos do que a malária, Aids e sarampo juntas.

Mas apesar do índice alarmante, a doença recebe pouca atenção e recursos muito limitados.

Mortalidade

Em entrevista a jornalistas em Genebra, o diretor-executivo da Aliança, Julian Lob-Levyt, lembrou que uma criança morre de pneumonia a cada 15 segundos e que 98% da mortalidade pela doença ocorre nos países pobres.

Ele disse ainda que uma vacina que ajuda a proteger as crianças contra a pneumonia já existe desde o ano 2000, mas que só está disponível nos países industrializados.

A Aliança Gavi pretende angariar um montante adicional de US$ 4 bilhões para financiar a imunização de 130 milhões de crianças em 42 países até o ano 2015.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU, em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud