Ban Ki-moon pede mais ajuda para países pós-conflito
BR

29 outubro 2009

Secretário-Geral quer maior equilíbrio entre apoio humanitário e financeiro em nações que emergem de guerras; maiores desafios são falta de comida e combustível.

Daniela Traldi, da Rádio ONU, em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, fez um apelo nesta quinta-feira a doadores internacionais para continuarem a fornecer fundos para países que se recuperam de conflitos violentos.

Em discurso no ‘Forum de Alimentação e Crise Econômica em Países Pós-Conflito', na sede da ONU em Nova York, Ban disse que as nações que emergem de guerras precisam de esperança para a paz duradoura.

Mensagem

Ban Ki-moon lembrou que países em recuperação precisam de serviços básicos como água, saneamento, saúde, educação primária, comida e sistema de agricultura.

Segundo o Secretário-Geral a paz sustentável é a ajuda mais importante e não há motivos para abandonar nações pós-conflito em épocas de restrições orçamentárias.

Ban Ki-moon ressaltou que o sucesso nesse tipo de apoio é uma combinação de ação humanitária, esforços de segurança, direitos humanos e desenvolvimento social e econômico.

Preços Voláteis

No topo dos desafios para esses países, de acordo com Ban, estão os preços voláteis dos alimentos e de combustível, e a queda na ajuda internacional.

O Secretário-Geral disse que é preciso encontrar maneiras de preencher a lacuna entre o trabalho humanitário e o financiamento em períodos que sucedem os conflitos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud