OMS quer melhor distribuição de medicamentos em crises humanitárias

28 outubro 2009

Iniciativa consiste em cursos de capacitação para médicos e especialistas em logística; formação pode ajudar também a diminuir o desperdício de vacinas e de remédios que estragam por falta de refrigeração adequada.

[caption id="attachment_159997" align="alignleft" width="175" caption="Distribuição de medicamentos"]

Pollyana de Moraes, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lançou nesta quarta-feira uma iniciativa que vai tornar mais eficaz a distribuição de medicamentos em regiões de crise humanitária.

O objectivo é capacitar médicos e especialistas em logística para facilitar a administração e a entrega de remédios e vacinas a populações necessitadas.

Medicamentos Falsificados

O projecto consiste em cursos de capacitação oferecidos pelos institutos Fritz e Charter of Transport and Logistics. As aulas são à distância e duram seis meses.

A expectativa da OMS é a de que os profissionais aprendam a identificar medicamentos falsificados ou de baixa qualidade, que podem colocar em risco milhares de vidas.

A formação pode ajudar também a diminuir o desperdício de vacinas e de remédios que estragam por falta de refrigeração adequada. Além disso, trabalhadores humanitários aprenderão como armazenar e administrar os medicamentos em situações de risco ou de desastres naturais.

O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, a Cruz Vermelha e a ONG Médicos Sem Fronteiras são parceiros da iniciativa.

* Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud