Comissão conclui inquérito sobre irregularidades no Afeganistão
BR

19 outubro 2009

Segundo a Unama, compete agora à Comissão Eleitoral Independente determinar se o presidente Hamid Karzai tem votos necessários para evitar nova eleição; resultados eleitorais devem ser conhecidos nos próximos dias.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O painel que investiga possíveis irregularidades nas recentes eleições no Afeganistão apresentou nesta segunda-feira o seu veredito à Comissão Eleitoral Independente.

Compete agora ao órgão determinar se o presidente Hamid Karzai recebeu mais de 50% dos votos, o que evitaria uma nova eleição no país.

Urnas Suspeitas

A Comissão de Reclamações Eleitorais, apoiada pela ONU, tinha a tarefa de investigar urnas suspeitas e outras queixas associadas à votação presidencial de 20 de agosto.

Após investigação, o órgão ordenou à Comissão Eleitoral Independente invalidar os resultados de 210 centros de votação, onde foram detectadas fraudes.

O porta-voz da missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, Aleem Sadique, disse que a ONU espera que as recomendações da Comissão de Reclamações Eleitorais sejam acatadas.

Boletins Fraudulentos

Ele indicou ainda que a Unama aguarda para breve o anúncio dos resultados finais certificados ou da necessidade de realização de um retorno às urnas.

Os resultados eleitorais finais no Afeganistão devem ser conhecidos nos próximos dias.

*Apresentação: Eduardo Costa, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud