Relator parabeniza Brasil por acesso à comida
BR

16 outubro 2009

Após visita de uma semana ao país, especialista da ONU em alimentação recomenda mais investimentos em agricultura familiar.

[caption id="attachment_170983" align="alignleft" width="175" caption="Olivier De Schutter"]

Pollyana de Moraes, da Rádio ONU em Nova York.*

O Brasil tem promovido grandes progressos na garantia do acesso à alimentação para todos, mas o Estado deve fazer mais por grupos vulneráveis como pequenos fazendeiros e trabalhadores rurais sem-terra.

A afirmação foi feita pelo relator especial da ONU sobre o direito à alimentação, Olivier de Schutter, que concluiu nesta sexta-feira uma visita de uma semana ao país, a convite do governo brasileiro.

Constituição Brasileira

Durante uma coletiva de imprensa em Brasília, o relator disse que encontrou avanços na política brasileira de distribuição de alimentos, desde sua última visita ao país, em 2002.

Olivier de Schutter participou de discussões sobre a inclusão do direito à comida na Constituição brasileira e se reuniu com o Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, com o Ministro do Desenvolvimento Social de Combate à Fome, Patrus Ananias, e com o Ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel.

O relator da ONU esteve ainda com representantes do Conselho Nacional para Segurança Alimentar e Nutricional, Consea.

Agricultura Familiar

Apesar dos progressos, Olivier de Schutter disse que ainda é preciso não só ampliar a produção de alimentos, mas também garantir uma maior distribuição da comida entre as populações mais vulneráveis, como as do campo.

Ele afirmou que o governo deve investir também em agricultura familiar que, segundo o relator, representam 70% da produção nacional de alimentos.

As conclusões da visita de Olivier de Schutter ao Brasil serão reunidas em um relatório com recomendações ao país. O documento será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos da ONU.

*Apresentação: Eduardo Costa, a Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud