FAO pede consenso para fim da fome no mundo
BR

16 outubro 2009

Apelo foi feito pelo diretor-geral da agência da ONU no Dia Mundial da Alimentação; em mensagem, Papa pede intervenção mais decisiva da comunidade internacional no combate ao problema.

Maria Cláudia Santos, da Rádio ONU em Nova York.

O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, Jacques Diouf, pediu nesta sexta-feira um consenso rápido dos líderes mundiais em torno de ações para acabar com a fome no mundo.

O apelo foi feito, em Roma, durante discurso para marcar o Dia Mundial da Alimentação, que tem como tema este ano, "Alcançar a segurança alimentar em tempos de crise".

Segurança Alimentar

O diretor-geral da FAO lembrou que a crise econômica é sem precedentes. Segundo ele, o atual sistema de gestão mundial de segurança alimentar é incapaz de enfrentar crises como essa, além dos novos desafios que virão.

Diouf afirmou que o mundo sabe o que tem que ser feito para acabar com a fome e que os projetos estão apenas esperando vontade política e recursos.

Como exemplo, o diretor-geral da FAO citou os casos de Gana, Malawi, Moçambique, Uganda, Vietnã, Tailândia e Turquia que reduziram o número de pessoas subnutridas nos últimos cinco anos.

Direitos Fundamentais

Em uma mensagem para o Dia Mundial da Alimentação, o Papa Bento XVI também pediu uma intervenção mais decisiva da comunidade internacional no combate à fome.

O Papa apelou por investimentos no desenvolvimento agrícola nos países pobres e ações que preservem os direitos fundamentais das pessoas que trabalham na terra.

Também em mensagem pelo dia, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a segurança alimentar é o fundamento de uma vida digna, de uma educação sólida e certamente da realização de todas as metas do milênio.

Ban lembrou que, pela primeira vez na história, mais de 1 bilhão de pessoas passam fome no mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud