Ajuda do Acnur chega ao norte do Iémen

13 outubro 2009

Agência da ONU já está a planear uma outra operação humanitária para ajudar os deslocados que se encontram encurralados pelo conflito perto da fronteira entre o Iémen e a Arábia Saudita; porta-voz do órgão descreveu a situação na área de tensa e volátil.

Carlos Araújo, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

A distribuição da ajuda humanitária do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, para cerca de 2 mil pessoas na localidade de Alb, no norte do Iémen, vai começar esta terça-feira.

O porta-voz do órgão, Andrej Mahecic, disse a jornalistas, em Genebra, que a coluna que viajou da Arábia Saudita com tendas, colchões, mantas, kits de higiene e outros bens essenciais, chegou àquela cidade fronteiriça no domingo.

Tensa e Volátil

A agência das Nações Unidas já está a planear uma outra operação humanitária para ajudar os deslocados que se encontram encurralados pelo conflito perto da fronteira entre os dois países.

Mahecic indicou esta terça-feira que a situação no norte do Iémen permance volátil e tensa. Ele afirmou que a população civil no distrito de Saada continua a fugir para províncias vizinhas no meio de uma intensificação dos confrontos entre tropas do governo e rebeldes Al Houthi.

O porta-voz do Acnur disse que o prolongamento do conflito está a agravar a situação humanitária na cidade de Saada. Muitas lojas já não têm nada para vender, a cidade só tem luz seis horas por dia e recebe água duas vezes por semana e a via de acesso ao único mercado de Saada está bloqueada.

Vaga de Confrontos

A agência da ONU está também preocupada com a situação de segurança em redor do campo de deslocados em Khawan, no distrito de Amran.

O Acnur pediu ao governo para suspender as obras de ampliação do acampamento e não enviar mais deslocados para o local devido a uma série de incidentes nos últimos três dias.

Cerca de 150 mil civis foram afectados pelos combates no norte do Iémen desde 2004, incluindo os deslocados pela última vaga de confrontos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud