FAO discute estratégia para alimentar o mundo em 2050

12 outubro 2009

Fórum da agência debate como ampliar a produtividade no campo nos próximos 40 anos; de acordo com estimativas, será necessário um aumento de 70% na produção rural para garantir que todos tenham acesso à alimentação.

[caption id="attachment_170329" align="alignleft" width="175" caption="Aumento de 70% no plantio"]

Pollyana de Moraes, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, abriu nesta segunda-feira, em Roma, na Itália, o Fórum "Como alimentar o mundo em 2050".

O encontro discute como ampliar a produtividade no campo para satisfazer a procura da população mundial, que pode chegar a 9,1 mil milhões de pessoas nos próximos 40 anos.

Sistemas de Irrigação

Segundo estimativas da agência, será necessário um aumento de 70% na produção rural para garantir que todos tenham acesso à alimentação.

No primeiro dia do fórum, o director-executivo da FAO, Jacques Diouf, afirmou que o aumento da produção deve ocorrer a partir da melhoria das técnicas de cultivo, e não necessariamente por meio do plantio de novas terras.

Ele disse que isso requer um aumento substancial nos investimentos do sector, mais acesso a técnicas modernas, mais sistemas de irrigação, máquinas e ferramentas, mais estradas e uma melhor infraestrutura rural, bem como produtores mais treinados.

Apesar disso, Diouf lembrou também que existem grandes extensões de terra com potencial de cultivo ainda não aproveitado na América Latina e na África Subsaariana.

Recursos Hídricos

Segundo o director da agência, outro factor importante para a produtividade do campo é a oferta de água. Ele afirmou que, em África, por exemplo, apenas 7% das terras aráveis são irrigadas e que o continente utiliza somente 4% dos seus recursos hídricos.

O fórum prossegue até terça-feira com a apresentação de novas conclusões sobre o tema, que também será debatido durante o Encontro Mundial sobre Segurança Alimentar, que acontece em Novembro, na sede da agência, em Roma.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud