Ban elogia Obama, prémio Nobel da Paz

9 outubro 2009

Presidente americano foi escolhido pelos esforços extraordinários para fortalecer a diplomacia internacional; Nações Unidas aplaudiram a decisão do comité de premiação.

Maria Cláudia Santos, da Rádio ONU em Nova Iorque*.   

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, congratulou, nesta sexta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vencedor do prémio Nobel da Paz deste ano.

Ban disse que as Nações Unidas aplaudem a escolha do comité do Nobel.

Espírito de Diálogo

O Secretário-Geral destacou que Obama incorporou o novo espírito de diálogo na busca por soluções para grandes problemas mundiais, como as mudanças climáticas e o desarmamento nuclear.

Ainda de acordo com Ban Ki-moon, a parceria entre o governo de Barack Obama e as Nações Unidas é a chave para a construção de um mundo melhor e mais seguro para todos.

O anúncio do galardão foi feito pelo presidente do Comité do Prémio Nobel, Thorbjørn Jagland.

Segundo Jagland, Obama recebe o préio por seus esforços extraordinários para fortalecer a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos.

Desarmamento Nuclear

O comité destacou os esforços do presidente dos Estados Unidos para promover o desarmamento nuclear.

Em reunião no Conselho de Segurança da ONU, em Setembro, quando foi aprovada uma resolução histórica sobre desarmamento e não-proliferação nuclear, Obama falou sobre a importância dessa luta.

O presidente americano afirmou que uma guerra nuclear não tem vencedores e que tudo deve ser feito para que ela nunca ocorra.

Segundo ele, os esforços não podem parar até o dia em que a ameaça nuclear seja banida da face da terra.

Multilateralismo

O sub-secretário-geral das Nações Unidas para o Desarmamento, Sérgio Duarte, disse à Rádio ONU, em Nova Iorque, que o prémio é um reconhecimento do trabalho de Obama.

"O presidente Obama, desde o início da sua gestão, tem se manifestado favorável, entusiasta na promoção do multilateralismo das relações internacionais. Esse prémio reconhece os esforços desde o início da gestão dele", afirmou.

O vencedor do Nobel da Paz ganha uma medalha de ouro, um diploma e um prêmio monetário no valor de cerca de US$ 1,4 milhões.

*Apresentação: Carlos Araújo, Rádio ONU, em Nova Iorque.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud