Relator da ONU para execuções sumárias visita RD Congo

5 outubro 2009

Missão de Philip Alston visa obter informações em primeira mão sobre alegados assassinatos perpetrados por forças governamentais e grupos rebeldes.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O relator especial da ONU para execuções sumárias, extrajudiciais e arbitrárias, Philip Alston, iniciou esta segunda-feira uma visita de 11 dias à República Democrática do Congo.

Segundo um comunicado do Alto Comissariado para Direitos Humanos, em Genebra, na Suiça, a sua missão visa obter informações em primeira mão sobre alegados assassinatos perpetrados por forças governamentais e grupos rebeldes.

Medidas de Prevenção

Alston tentará também compreender melhor as causas que impediram acções legais e a punição dos principais responsáveis.

O relator da ONU realçou que tentará também aconselhar o governo sobre medidas de prevenção mais eficazes e acções para responder aos abusos do direito à vida.

Philip Alston vai visitar Kinshasa, a região do Baixo Congo, a oeste da capital, as províncias de Kivu Norte e Sul, no leste, e a região do Alto Uélé, na província Oriental, perto da fronteira com o Uganda.

Ele tem encontros marcados com membros do governo, representantes da polícia e das forças armadas, e com membros dos sectores legislativo e judicial.

Testemunhas

O relator das Nações Unidas falará ainda com testemunhas e familiares de vítimas de assassinatos, terá encontros com representantes da missão da ONU no país, Monuc e de ONGs.

O seu relatório final sobre a visita será submetido ao Conselho de Direitos Humanos, em Genebra, no próximo ano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud