Tratamento de Aids é fornecido para mais de 4 milhões (Português Brasil)

30 setembro 2009

Relatório de três agências da ONU indica que o acesso à terapia antiretroviral aumenta rapidamente; os maiores progressos foram registrados na África Subsaariana, onde ocorrem 2/3 das infecções.

Mais de 4 milhões de soropositivos nos países de rendimento baixo e médio receberam tratamento antiretroviral em 2008. O total representa um aumento de 36% em relação ao ano anterior e é dez vezes superior do número atingido há cinco anos.

A informação consta de um relatório publicado nesta quarta-feira pela Organização Mundial da Saúde, OMS, pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV-Aids, Unaids e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef.

Enormes Progressos

O documento destaca outros avanços, incluindo a expansão do teste, o aconselhamento da doença e o melhor acesso à serviços para evitar a transmissão do vírus de mães para filhos.

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, disse que o relatório mostra os enormes progressos alcançados na resposta global à epidemia. Ela afirmou, porém, que há ainda muito a fazer, recordando que cerca de 5 milhões de pessoas não conseguem ter medicamentos.

O relatório das três agências da ONU indica porém, que a terapia com antiretroviral está aumentando rapidamente. Em 2008, 42% dos 9,5 milhões de soropositivos nos países de rendimento médio e baixo se beneficiaram do tratamento. Os maiores progressos foram registrados na África Subsaariana, onde ocorrem 2/3 das infecções.

Causa de Mortalidade

O preço dos medicamentos também sofreu uma queda acentuada, contribuindo para um acesso mais generalizado a tratamento.

Apesar do aumento do número de crianças e mulheres que recebem tratamento, o documento indica que a Aids permanece a principal causa de mortalidade para mulheres em idade reprodutiva.

*Apresentação: Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud