ONU saúda levantamento de censura no Sudão

30 setembro 2009

Organização indica que medida vai avançar a implementação do Acordo Global de Paz, CPA e representa um passo importante para a criação de um ambiente favorável para as eleições multipartidárias de 2010.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas acolheram a decisão do presidente Omar Al-Bashir de levantar imediatamente a censura imposta aos jornais sudaneses.

Um comunicado divulgado na terça-feira pela missão da ONU no Sudão, Unmis, indica que a medida vai avançar a implementação do Acordo Global de Paz, CPA, representando um passo importante para a criação de um ambiente favorável para as eleições multipartidárias de 2010.

Acordo de Paz

A missão afirma ainda esperar que a implementação da decisão anunciada no domingo por Bashir, assim como outras medidas em estudo, permitam a todos os sudaneses exercerem os seus direitos democráticos de forma livre.

O comunicado também reitera o compromisso da ONU em apoiar os esforços das partes na implementação do acordo de paz, que pôs fim à guerra civil em 2005.

O pacto requer uma revisão total das leis nacionais para garantir que não violam a constituição interina e as obrigações do país em matéria de direitos humanos.

Referendo

O acordo também prevê a realização de um referendo em 2011, para decidir sobre o estatuto final do sul do país.

Num relatório recente sobre progressos eleitorais, Ban Ki-moon notou que as instituições sudaneses ainda não tomaram uma série de medidas básicas em preparação para as eleições.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud