Economia angolana cresceu 18% nos últimos 4 anos, diz ministro (Português África)

29 setembro 2009

Num discurso à Assembleia Geral, o ministro angolano dos Negócios Estrangeiros, Assunção Afonso dos Anjos, destacou também o papel desempenhado pelo seu país nas negociações que conduziram à realização de eleições na Guiné-Bissau.

[caption id="attachment_170420" align="alignleft" width="175" caption="Assunção Afonso dos Anjos"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A economia angolana conheceu um crescimento médio de quase 18% nos últimos quatro anos, após um aumento significativo de investimentos públicos e privados.

A afirmação foi feita pelo ministro angolano dos Negócios Estrangeiros, Assunção Afonso dos Anjos, no seu discurso à Assembleia Geral das Nações Unidas.

Políticas Correctas

Ele afirmou que o convite que o seu país recebeu para participar na cimeira do G-8, na Itália, em Julho, representa um reconhecimento internacional das políticas correctas de desenvolvimento sustentável adoptadas por Angola.

Um outro evento que orgulha o seu governo é a realização da próxima Taça de Africa das Nações, em futebol.

"Estas grandes conquistas, conseguidas em tão pouco tempo, enchem todos os angolanos de orgulho e consolidam a sua confiança no futuro. Elas só são possíveis de alcançar na paz, na concórdia social e quando os Estados assumem eles próprios a principal responsabilidade de desenvolvimento, progresso e bem estar das suas populações" afirmou.

Guiné-Bissau

Angola destacou também o papel que desempenhou nas negociações que conduziram à realização de eleições na Guiné-Bissau.

No seu discurso, Assunção Afonso dos Anjos pediu também o fim do bloqueio americano a Cuba.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud