ONU reforça importância da Aliança das Civilizações
BR

26 setembro 2009

Em reunião na sede da ONU, Ban Ki-moon destacou que a Aliança está apoiando a reconciliação e diminuindo a tensão entre diferentes culturas; ele lembrou ainda a situação dos migrantes.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, enfatizou neste sábado o papel vital da Aliança das Civilizações em diminuir as tensões nos países em um momento em que o mundo enfrenta diversas crises.

Em reunião na sede das Nações Unidas, Ban destacou que a Aliança está ajudando o planeta a superar uma fase muito difícil. Ele lembrou que o órgão constrói confiança entre diversas culturas, apoia a reconciliação e ajuda a reduzir a tensão entre países.

Paz Duradoura

O Secretário-Geral reforçou que a Aliança das Civilizações tem papel central na política internacional e é essencial para a diplomacia, ajudando na criação de uma paz duradoura.

Porém, Ban lembrou que a Aliança é mais que uma ferramenta de ajuda a países em conflito, acrescentando que ela serve também para resolver questões causadas pela crise econômica.

O Secretário-Geral citou como exemplo os trabalhadores migrantes, que são os que mais sofrem com a falta de empregos.

Migrantes

Ban Ki-moon anunciou que será realizada nos próximos dias uma reunião para discutir a melhor maneira de integrar os migrantes à sociedade.

A Aliança das Civilizações foi criada pela ONU em 2005 e trabalha em parceria com Estados, organizações civis e internacionais e setor privado, com o objetivo de promover as relações inter-culturais entre as nações.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud