Secretário-Geral pede a Irã que coopere com Aiea
BR

26 setembro 2009

Durante um encontro com o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, Ban Ki-moon sublinhou que cabe ao Teerã provar que o programa não tem objetivos militares; a Aiea disse que tenta obter informações e acesso ao novo centro.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York*.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou grave preocupação sobre as atividades de enriquecimento de urânio por parte do Irã, após notícias de que uma nova central está em construção no país.

Em encontro com o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, na noite de sexta-feira, Ban sublinhou que cabe ao Teerã provar que o programa não tem objetivos militares.

Negociações Construtivas

A Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, disse que tenta obter informações e acesso ao novo centro que, segundo o Irã, está ainda em construção. Segundo agências de notícias, as autoridades iranianas disseram neste sábado que irão permitir que os especialistas da agência da ONU visitem a central.

Durante o encontro com Ahmadinejad, Ban Ki-moon repetiu o seu apelo para que o país implemente as resoluções do Conselho de Seguranca e coopere com a Aiea. De acordo com um comunicado de sua porta-voz, o Secretário-Geral pediu ainda ao país asiático para participar em negociações construtivas o mais depressa possível.

O programa nuclear iraniano tem sido motivo de grande preocupação para a comunidade internacional desde a descoberta, em 2003, de que o país escondeu as suas atividades nucleares durante 18 anos, violando as suas obrigações junto ao Tratado de Não Proliferação Nuclear.

Transparência

Ban Ki-moon também expressou preocupação pela situação dos direitos humanos no Irã, destacando a necessidade de transparência no julgamento e tratamento dos detidos no período pós-eleitoral.

Ele reiterou ainda a sua forte rejeição ao repetido discurso do presidente Ahmadinejad negando a existência do Holocausto.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud