Aiea diz não ter provas de programa nuclear no Irã (Português Brasil)

18 setembro 2009

Diretor-geral do órgão, Mohamed ElBaradei, alertou na semana passada que a agência tinha alcançado um impasse com o Irã sobre vários aspectos do dossiê nuclear do país.

[caption id="attachment_169495" align="alignleft" width="175" caption="Mohamed ElBaradei"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.*

A Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, reiterou que o órgão não tem nenhuma prova concreta de que o Irã tem ou alguma vez teve um programa de armas nucleares.

Em um comunicado divulgado na quinta-feira em Viena, na Áustria, a agência da ONU disse que todas as informações relevantes que dispõe sobre o dossiê iraniano foram recebidas de várias fontes e fornecidas aos 35 membros do conselho da Aiea.

Impasse

O diretor-geral do órgão, Mohamed ElBaradei, alertou na semana passada que a agência tinha alcançado um impasse com o Irã sobre vários aspectos do dossiê nuclear do país.

Na época, ele pediu ao Teerã para responder a todas as preocupações da comunidade internacional de uma forma confiável.

ElBaradei indicou que apesar do país ter cooperado com a Aiea em algumas áreas, como na melhoria de salvaguardas na fábrica de enriquecimento do urânio, havia um impasse sobre outras questões.

Dimensão militar

O chefe da agência nuclear da ONU afirmou que o Irã ainda não suspendeu as suas atividades de enriquecimento ou o seu trabalho em projetos de água pesada, conforme solicitação do Conselho de Segurança.

Ele pediu às autoridades iranianas para responderem a todas as questões levantadas pela Aiea de forma a excluir a possibilidade de existir uma dimensão militar no seu programa nuclear.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud