Déficit de US$ 35 bilhões para Metas do Milênio
BR

16 setembro 2009

Relatório indica que existe um déficit bilionário na promessa de ajuda ao desenvolvimento feita pelo G-8 em 2005; vice-secretária-geral da ONU pediu um esforço renovado para proteger ganhos alcançados antes da crise econômica.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York*.

Os países mais industrializados do mundo não estão cumprindo as promessas de ajuda ao desenvolvimento que fizeram em 2005, durante a cimeira do G-8, em Gleneagles, na Grã-Bretanha.

A ajuda prometida possibilitaria aos países pobres alcançar as Metas do Milênio, um plano de ação para combater ou erradicar males sociais até 2015.

A afirmação consta de um relatório da força-tarefa da ONU para as Metas do Milênio, divulgado nesta quarta-feira, em Nova York.

Males Sociais

"O Reforço da Parceria Global para o Desenvolvimento em Momento de Crise" indica que o combate à pobreza nunca foi tão importante, em um momento em que o mundo enfrenta crises econômica, alimentar e mudança climática.

O relatório destaca um déficit de US$ 35 bilhões por ano. Este montante inclui US$ 20 bilhões referentes aos compromissos assumidos com a África.

A vice-secretária-geral das Nações Unidas, Asha-Rose Migiro, pediu um esforço renovado para proteger os ganhos alcançados antes da crise econômica.

Em discurso durante o lançamento do relatório, ela destacou que o impacto combinado da recessão global, da falta de comida, do possível alastramento da gripe A(H1N1) e do aquecimento global, são obstáculos ao alcance das Metas do Milênio.

Dívida Externa

A força tarefa da ONU reúne mais de 20 agências da organização, o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial, a Organização Mundial do Comércio e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

A força tarefa foi criada pelo Secretário-Geral em 2007 para monitorar compromissos globais nas áreas de ajuda, comércio e dívida externa e avaliar progressos no acesso à medicamentos e tecnologia.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud