Cruz Vermelha destaca cinco medidas básicas para evitar gripe A (H1N1)

4 setembro 2009

Iniciativa do órgão inclui informações em cartazes, vídeos, spots publicitários na rádio e mensagens na internet; segundo últimos dados da OMS, nova gripe já matou quase 3 mil pessoas.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

A Federação Internacional da Cruz Vermelha lançou esta sexta-feira, em Genebra, na Suíça, uma campanha mundial de informação para preparar as comunidades contra a epidemia do vírus A(H1N1).

A iniciativa vai divulgar cinco medidas para prevenir o contágio: lavar as mãos, cobrir a boca ao tossir, manter a distância de pessoas que apresentem sinais da enfermidade, separar as pessoas doentes e descartar o lixo doméstico.

Internet

Segundo o especialista de saúde da Cruz Vermelha, Tammam Aloudat, o órgão está especialmente preocupado com a situação nos países pobres, que enfrentam uma escassez de médicos e centros de saúde.

Ele destacou que vacinas e antivirais estarão disponíveis em alguns casos, mas a melhor defesa contra o vírus A(H1N1) é a prevenção.

A Federação Internacional da Cruz Vermelha também produziu um curso de formação para os seus funcionários e voluntários lidarem com a epidemia.

O projecto irá incluir informações em cartazes, vídeos e spots publicitários em rádios. O público terá também acesso a essas mensagens na internet.

Pandemia

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, a nova gripe já infectou mais de 254 mil pessoas e matou quase 3 mil em todo o mundo.

A pandemia já provocou 11 mortos no continente africano.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud