Violência pós-eleitoral no Gabão preocupa ONU

3 setembro 2009

Ban Ki-moon pediu aos líderes políticos gaboneses para evitarem uma escalada de tensões no país; segundo agências de notícias, vários incidentes de violência foram registados na sequência da divulgação dos resultados das eleições que deram vitória ao filho do falecido presidente, Omar Bongo.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou preocupação sobre notícias de distúrbios em algumas regiões do Gabão, após a divulgação dos resultados das eleições presidenciais de domingo.

Num comunicado divulgado esta quinta-feira pela sua porta-voz, Ban apela à calma para evitar uma escalada de tensões.

Confrontos

Segundo agências de notícias, apoiantes da oposição envolveram-se em confrontos com forças da segurança horas após o anúncio dos resultados que deram vitória a Ali Ben Bongo, filho do presidente Omar Bongo, que morreu em Junho.

Ele era o líder africano há mais tempo no poder, tendo assumido o cargo em 1967.

De acordo com as mesmas fontes, os piores actos de violência ocorreram em Port Gentil, a segunda cidade do país, onde multidões incendiaram o consulado francês e atacaram uma prisão, libertando todos os detidos.

Disputas Eleitorais

O Secretário-Geral pediu aos líderes políticos gaboneses para se absterem de tomar quaisquer medidas que possam afectar a conclusão pacífica do processo eleitoral.

Ban apelou ainda aos candidatos presidenciais e seus apoiantes para resolverem todas as disputas eleitorais através de canais legais e institucionais. Ele disse também que quaisquer queixas deveriam ser revistas de forma transparente e justa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud