Chefe do Unicef visita crianças raptadas pelo LRA (Português África)

31 agosto 2009

No último dia da sua visita à República Democrática do Congo, Ann Veneman deslocou-se a Dungu, uma comunidade que tem sido aterrorizada pelo grupo rebelde ugandês; ataques do movimento na área já deslocaram mais de 320 mil civis desde 2007.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A directora-executiva do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, Ann Veneman, encontrou-se esta segunda-feira com crianças que foram raptadas pelo grupo rebelde ugandês, LRA, no nordeste da República Democrática do Congo.

Veneman deslocou-se a Dungu, uma comunidade remota perto da fronteira com o Sudão e o Uganda, no último dia da sua visita ao Congo.

Terror

Cerca de 320 mil civis foram deslocados na área desde Dezembro de 2007 por ataques dos rebeldes. Acredita-se que o LRA seja responsável pela morte de cerca de 1,2 mil pessoas só no último mês de Julho.

A directora-executiva do Unicef disse que a população de Dungu vive numa situação de constante receio de ataques do grupo rebelde, que impôs 20 anos de terror no Uganda e outros países vizinhos.

Ela afirmou que o LRA raptou crianças, forçando-as a matar vítimas inocentes e usando raparigas como escravas sexuais.

Muitas crianças que conseguiram escapar das fileiras do grupo rebelde encontram-se actualmente em Dungu. Veneman indicou que apesar de estar horrorizada com a violência de que foram vítimas, também está inspirada pela vontade e determinação da comunidade em as ajudar.

Atrocidades

Ela disse ter-se encontrado com cinco mulheres que deram abrigo a algumas das crianças traumatizadas, apesar dos seus recursos limitados e de já possuirem famílias alargadas.

Durante a sua visita de cinco dias à República Democrática do Congo, Ann Veneman deslocou-se ao leste do país onde ouviu em primeira mão relatos de atrocidades de famílias que fugiram de suas casas para escapar aos recentes confrontos na região.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud