Colombia combate trabalho infantil em minas (Português Brasil)

7 agosto 2009

Ação em parceria com a Organização Internacional para Migrações, OIM, e o governo dos EUA quer eliminar mão-de-obra infantil em minas de esmeralda.

[caption id="attachment_158088" align="alignleft" width="175" caption="Crianças colombianas"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, informou ter se juntado ao governo da Colômbia para ajudar o país a combater o trabalho infantil em minas de esmeralda.

Segundo a OIM, durante as últimas duas décadas, crianças têm sido usadas como mão-de-obra nas minas do município de Muzo, no Departamento de Boyacá.

Centro

A região é considerada o maior centro produtor de esmeraldas colombianas.

A ação de combate está sendo feita em parceria com a Agência Internacional dos Estados Unidos para Desenvolvimento e apoiada pela Federação Nacional de Esmeraldas da Colômbia.

De acordo com a OIM, os menores foram enviados às minas para trabalhar durante as décadas de 80 e 90, quando muitas mães ficaram viúvas por causa da onda de violência no país.

Escolas e Apoio

A Colômbia vive um conflito civil há mais de quatro décadas entre tropas do governo, grupos rebeldes e paramilitares.

O projeto vai receber US$ 500 mil, o equivalente a R$ 925 milhões, e deve beneficiar 300 famílias.

O dinheiro servirá para melhorar a infraestrutura de escolas e oferecer seminários e apoio psicossocial às vítimas do trabalho infantil e suas famílias.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud