OMS: África deve preparar-se para mais casos de nova gripe

31 julho 2009

A agência da ONU disse o vírus A (H1N1) é mais grave e letal para grávidas; alerta foi feito nesta sexta-feira após resultado de uma pesquisa feita nos Estados Unidos e publicada pela revista especializada “The Lancet”.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, informou que o risco para grávidas que contraem o vírus A (H1N1) é mais grave e tem maior chance de morte.

O alerta foi feito pelo órgão, nesta sexta-feira, após o resultado de uma pesquisa conduzida pelos Estados Unidos e publicada na revista especializada "The Lancet".

Grávidas

De acordo com a agência, vários países, que estão registando casos da nova gripe, notificaram um aumento do risco para grávidas principalmente entre o segundo e terceiro meses da gravidez.

O especialista da Organização Pan-Americana da Saúde, Jarbas Barbosa, disse à Rádio ONU, de Washington, que em casos de grávidas e pessoas que têm doenças crônicas, o atendimento deve ser imediato.

"Mulheres grávidas, pessoas que têm obesidade, pessoas que têm problemas cardiovasculares, diabetes tendem a apresentar casos mais graves. Nestas condições, elas devem receber uma atenção especial" disse.

Jarbas Barbosa afirmou também que apesar de a África ainda não ter sido muito afectada pela doença, o continente deve se preparar para mais infecções no futuro.

Transmissão

"Na África, talvez estejamos muito no começo da transmissão. A expectativa com base em epidemias passadas, a de 1957 e a de 1968, é que o vírus pandémico leve até dois anos circulando. Eu creio que os países africanos devem tomar este momento como uma aprendizagem do que está passando em outros países. Eu creio que todos os países devem experimentar uma transmissão mais forte", explicou.

A gripe A(H1N1) já matou pelo menos 816 pessoas. Em todo o mundo, mais de 134 mil casos de infecção foram registados desde o fim de Abril.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud