Grupos cívicos na campanha eleitoral em Darfur

29 julho 2009

ONU indica ter recebido garantias da Comissão Nacional das Eleições de que organizações da sociedade civil no território poderão realizar campanhas de educação eleitoral sem restrições ou interferência dos serviços de segurança.

[caption id="attachment_167559" align="alignleft" width="175" caption="Educação eleitoral"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Organizações da sociedade civil que operam na região sudanesa de Darfur serão autorizadas a realizar acções de educação eleitoral antes das eleições nacionais agendadas para Abril de 2010.

A afirmação consta de um comunicado da missão conjunta da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid, divulgada na terça-feira.

Restrições

A missão disse ter recebido garantias da Comissão Nacional das Eleições de que grupos cívicos poderão levar a cabo campanhas de educação dos eleitores sem restrições ou interferência dos serviços de segurança e inteligência.

O comunicado indica que durante o período eleitoral as organizações representativas da sociedade civil irão operar sob os auspícios da Comissão das Eleições. Quaisquer preocupações do governo sobre as actividades desses grupos deverão ser dirigidas a essa comissão.

A Unamid foi ainda informada pelo órgão de que completou a demarcação dos círculos eleitorais nacionais para as eleições gerais do próximo ano.

Comités

Todas as actividades eleitorais nos próximos meses em Darfur deverão ser autorizadas por comités estabelecidos nas três regiões do território.

Segundo números da ONU, cerca de 300 mil pessoas foram mortas e outras 2,7 milhões deslocadas naquela província ocidental do Sudão desde a eclosão de um conflito civil em 2003.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud