Confrontos forçam somalis a atravessar Golfo de Aden

28 julho 2009

Segundo o Acnur, a intensificação de combates em Mogadíscio e centro da Somália obrigou cerca de 12 mil civis a fugir para o norte do país onde esperam uma oportunidade para viajar para o Iémen.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Confrontos em Mogadíscio e no centro da Somália estão a forçar milhares de civis a arriscarem suas vidas e atravessarem o Golfo de Aden para procurar refúgio no Iémen.

A afirmação foi feita esta terça-feira em Genebra, na Suiça, pelo Alto Comissariado para Refugiados, Acnur.

Perigosa Travessia

A agência da ONU disse ter recebido informações da sua rede de parceiros no país de que cerca de 12 mil pessoas fugiram nos últimos dois meses para a localidade de Bossaso, no norte. A maioria espera pela primeira oportunidade oferecida por traficantes para efectuar a perigosa travessia através do Golfo de Aden.

O porta-voz do Acnur, William Spindler, disse à Rádio ONU, de Paris, que esses deslocados fazem parte de mais de 232 mil somalis que foram forçados a deixar suas casas desde 7 de Maio quando confrontos entre forças do governo e grupos islâmicos irromperam em vários bairros de Mogadíscio.

"A aldeia de Bossaso é um ponto de partida para as pessoas que querem atravessar o Golfo de Aden, para chegar ao Iémen. É uma travessia muito perigosa. Cerca de 1 mil pessoas perdem a vida todos os anos nessa travessia. É uma região onde existe uma forte presença de piratas e traficantes", disse.

Traficantes

Segundo dados da ONU, mais de 50 mil pessoas chegaram ao Iémen em barcos de traficantes em 2008, um aumento de 50% em relação a 2007.

A tendência parece ter continuado este ano, com o Acnur a registar 30 mil chegadas nos primeiros seis meses de 2009.

Cerca de 1 mil pessoas também morreram afogadas em 2008 durante a perigosa travessia. O número de mortos ou desaparecidos este ano eleva-se a pelo menos 300.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud