36 crianças-soldado desmobilizadas em Darfur

27 julho 2009

Segundo a Unamid, elas serviam em grupos rebeldes armados que actuam na província; 17 outras crianças deverão ser libertadas até o final da semana.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas indicaram esta segunda-feira que 36 crianças-soldado foram desmobilizadas de forma voluntária e receberam assistência para regressar às suas comunidades e escolas em Darfur.

Uma nota da missão conjunta da ONU e da União Africana na província, Unamid, disse que outras 17 crianças deverão ser libertadas e desmobilizadas até o final da semana.

Grupos Rebeldes

Os menores serviam em grupos rebeldes armados que actuam naquela província do oeste do Sudão.

A iniciativa de desmobilização de crianças-soldado em Darfur é liderada pelo Fundo da ONU para a Infância, Unicef.

A libertação ocorreu na aldeia de Tora, situada a cerca de 60 km de El Fasher, a capital de Darfur Norte.

As 36 crianças-soldado lutavam por uma facção do Exército de Libertação do Sudão, SLA, na defesa das suas aldeias. Elas receberam mochilas contendo livros e outros materiais escolares e equipamento desportivo.

O governo do Sudão também criou um programa especial de três anos para facilitar a sua reintegração na vida civil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud