Ban pede respeito pelos resultados eleitorais na Guiné-Bissau

23 julho 2009

Num comunicado, Ban Ki-moon disse esperar que o escrutínio marque o início de um período de estabilidade política e segurança no país; segunda volta das eleições presidenciais terá lugar este domingo.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que vai acompanhar de perto a segunda volta das eleições presidenciais na Guiné-Bissau, este domingo, dia 26.

Num comunicado divulgado esta quinta-feira pela sua porta-voz em Nova Iorque, Ban descreveu o evento como uma medida importante do compromisso nacional com a democracia e a reconciliação.

Meios Pacíficos

Ele apelou ao povo guineense para participar de forma pacífica no escrutínio, como aconteceu em eleições anteriores.

O Secretário-Geral pediu aos dois candidatos presidenciais para respeitarem o resultado final das eleições e resolverem potenciais disputas por meios pacíficos e legais.

Ban Ki-moon espera que o acto eleitoral marque o início de um período de estabilidade política e segurança na Guiné-Bissau, contribuindo para o respeito dos direitos humanos e consolidação da paz no país.

Reconciliação

Ele realçou que a ONU compromete-se a trabalhar o novo presidente eleito, governo, parlamento e outras instituições para encorajar mais progressos através do diálogo e reconciliação.

A segunda volta das eleições, este domingo, opõe Malam Bacai Sanhá, apoiado pelo PAIGC, o partido governamental, ao antigo presidente Kumba Ialá, que tem o apoio do Partido da Renovação Social, PRS.

A campanha eleitoral encerra esta sexta-feira.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud