ONU quer mais recursos para assistência humanitária

21 julho 2009

Subsecretário-geral John Holmes elogiou a resposta do apelo de US$ 7,8 bilhões para este ano, mas disse que situações de emergência aumentaram demanda por fundos; agência só recebeu cerca de metade da quantia.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

O Escritório de Assistência Humanitária das Nações Unidas, Ocha, informou que as suas operações de ajuda vão precisar de mais recursos para fechar o ano de 2009.

Por causa de novas emergências, a agência calcula que irá precisar agora de US$ 9,5 mil milhões e o equivalente a US$ 1,7 mil milhão a mais do que o pedido inicialmente.

Preços dos Combustíveis

A declaração foi feita esta terça-feira pelo subsecretário-geral, John Holmes, num balanço semestral do apelo humanitário lançado pelo Ocha.

Holmes disse que uma das razões são as crises deste ano como, por exemplo, a violência no Vale do Swat, no Paquistão. Ele explicou ainda que o número de pessoas que estão a ser ajudadas aumentou de 28 milhões para 43 milhões.

John Holmes contou que o custo de fornecer a ajuda também subiu por causa dos altos preços dos alimentos e dos combustíveis nas áreas de operações do Ocha.

Crise Financeira

Segundo a agência da ONU, além da crise financeira, o órgão também teve que lidar com outras emergências como o conflito no Sri Lanka e na Faixa de Gaza.

John Holmes afirmou que a resposta ao apelo inicial teria sido a melhor até agora, mas mesmo assim a agência ainda precisa receber mais da metade desta quantia para continuar suas operações.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud