Unodc forma procuradores na Guiné-Bissau

17 julho 2009

Seminário visou familiarizar os magistrados guineenses com as convenções internacionais da ONU sobre tráfico de drogas e corrupção; Interpol participou na acção de formação.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Escritório da ONU contra Drogas e Crime, Unodc, terminou esta sexta-feira um seminário de formação para procuradores na Guiné-Bissau, no quadro do combate ao crime organizado no país.

O curso teve por objectivo familiarizar os magistrados guineenses com as convenções internacionais da ONU sobre tráfico de drogas e corrupção.

Crime Organizado

Na semana passada, o órgão lançou uma iniciativa, conjuntamente com outros departamentos das Nações Unidas, Interpol e a Comunidade de Estados da África Ocidental, Cedeao, para combater o crime organizado na região.

A parceria vai previlegiar nações que acabam de emergir de situações de conflito, como a Guiné-Bissau.

A consultora sénior da Unodc, Sandra Valle, que dirigiu o curso, disse à Rádio ONU, de Bissau, que o sucesso das eleições presidenciais é essencial para o combate ao crime organizado no país.

"O que nós queremos ver é a estabilização política do país de modo a podermos continuar o nosso trabalho técnico na formação de procuradores, da polícia judiciária, de juízes, para promover um combate mais eficaz contra os traficantes de drogas e outras formas de criminalidade organizada" afirmou.

Cooperação

Sandra Valle disse que o curso de formação marca o início de uma nova fase de cooperação entre a Unodc e a Guiné-Bissau.

"Já temos mais dois cursos programados para este ano. Hoje entregamos 28 computadores para a Procuradoria e para os magistrados. A ideia é não só equipá-los para estarem ligados ao mundo mas também incentivá-los" disse.

O curso de formação da Unodc contou com a participação de especialistas da Interpol.

Segundo o último relatório da agência da ONU, o contrabando de bens ilícitos como drogas, cigarros, armas e medicamentos falsificados está a pilhar a África Ocidental, destruindo governos, meio ambiente, direitos humanos e saúde.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud