Voluntários da ONU colaboram na eleição do Timor-Leste
BR

3 julho 2009

Integrantes do voluntariado das Nações Unidas ajudam nas eleições timorenses desde a independência do país em 2002.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

Dezenas de voluntários das Nações Unidas estarão ajudando as autoridades do Timor-Leste durante as eleições municipais programadas para 4 de setembro.

O primeiro grupo de 62 voluntários desembarcou em Dili, capital do Timor-Leste, em junho, e mais dois grupos deverão chegar ao país neste mês atendendo a um pedido do governo timorense.

Educação Cívica

Os voluntários das Nações Unidas ajudam na realização das eleições do país asiático desde a sua independência em 2002.

Os integrantes do voluntariado da ONU irão dar assistência em diversas áreas, incluindo logística, educação cívica e monitoramento do pleito.

Violência

No mais recente relatório sobre o Timor-Leste, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse estar otimista com o progresso alcançado pelo povo e líderes timorenses após a onda de violência que atingiu o país em 2006.

A demissão de 600 soldados em abril de 2006 detonou uma onda de violência que causou dezenas de mortes e levou 155 mil pessoas, 15% da população timorense, a abandonar suas casas.

Ban também alertou que as causas da crise, entre elas pobreza e desemprego, continuam a existir.

Uma ex-colônia portuguesa, o Timor-Leste foi anexado pela Indonésia na década de 70 e se tornou independente em 2002após um referendo da ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud