Enviado da ONU optimista em relação ao Sara Ocidental

2 julho 2009

Christopher Ross disse que a disputa entre a Frente Polisário e o Marrocos, que já dura há muitos anos, afecta a integração regional do território.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O enviado pessoal de Ban Ki-moon para o Sara Ocidental, Christopher Ross terminou nesta quarta-feira uma visita à região. Ele visitou a Argélia, Mauritânia, Marrocos e Espanha.

No final do périplo, Ross disse estar optimista em relação ao próximo encontro informal que deverá abrir caminho à quinta ronda de negociações entre o Marrocos e a Frente Polisário.

Conflito

As duas partes concordaram o ano passado prosseguir o diálogo de boa fé após várias rondas de conversações mediadas pela ONU.

O enviado do Secretário-Geral afirmou que um tal encontro poderia contribuir de forma significativa para a resolução do conflito. Ele indicou que a disputa já dura há muitos anos e tem afectado a integração regional do território.

Foi a segunda visita do enviado das Nações Unidas à área desde que assumiu o cargo em Janeiro deste ano.

Soberania

O Marrocos quer que a sua soberania sobre o Sara Ocidental seja reconhecida internacionalmente, enquanto a Frente Polisário defende a realização de um referendo como a melhor forma para decidir o estatuto final do território.

A missão da ONU no Sara Ocidental, Minurso, foi estabelecida em Setembro de 1991 para monitorar o cessar-fogo entre o Marrocos e a Frente Polisário.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud