Painel da União Africana termina visita a Darfur

25 junho 2009

Durante 10 dias, o grupo realizou audiências públicas sobre o processo de paz e a reconciliação nacional naquela província sudanesa; painel é liderado por Thabo Mbeki.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O painel da União Africana sobre Darfur terminou esta quinta-feira a sua terceira missão àquela província sudanesa.

Um comunicado emitido pela missão conjunta da ONU e da UA no território, Unamid, revela que durante a sua visita de 10 dias o grupo realizou audiências públicas para explorar vias de acelerar o processo de paz e criar condições para a reconciliação nacional.

Dignitários

O painel é liderado pelo antigo chefe de Estado sul-africano, Thabo Mbeki e inclui vários dignitários africanos como os antigos presidentes Pierre Buyoya, do Burundi e Abdulsalami Abubakar, da Nigéria.

A Unamid disse que o grupo encontrou-se com representantes de partidos políticos, da sociedade civil, movimentos rebeldes e grupos de deslocados internos na capital do Sudão, Cartum e em várias localidades de Darfur.

O chefe mediador da ONU e da UA para o conflito, Djibril Bassole, também visitou o quartel-general da missão, em El Fasher, Darfur Norte, para consultas com altos funcionários da Unamid.

Liderança

Segundo o mesmo comunicado, ele informou a liderança da missão sobre o processo de paz em curso na província e as conclusões das conversações de Doha entre o governo sudanês e o grupo rebelde, Movimento para a Igualdade e Justiça, JEM.

Bassolé reuniu-se também com líderes locais para ouvir as suas opiniões sobre a crise na província.

Cerca de 300 mil pessoas foram mortas e outras 2,7 milhões forçadas a fugir de suas casas em Darfur desde a eclosão de um conflito civil em 2003.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud