Banco Mundial prevê crescimento na China (Português Brasil)

18 junho 2009

Projeção pulou de 6,5% para 7,2% neste ano; uma das razões para o otimismo seria o bom resultado, até o momento, do pacote de estímulo do governo.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Banco Mundial informou que a economia da China deve crescer um pouco mais que o esperado. Com isso, a projeção, anunciada em março de 6,5% passa para 7,2% em 2009.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, em Pequim, durante a apresentação da revisão trimestral do Banco Mundial para o país.

Recessão

Segundo o estudo, o pacote de estímulo fiscal do governo chinês, no valor de US$ 585 bilhões, o equivalente a mais de R$ 1 trilhão, estaria ajudando o país asiático a enfrentar melhor a recessão mundial.

O economista-chefe do Banco para a China, Ardo Hansson, disse que o país deve continuar a crescer neste ano e no próximo.

Segundo Hansson, investimentos apoiados pelo governo deverão sustentar o desempenho da economia este ano.

O estudo sugere que o volume das exportações chinesas continua caindo por causa da recessão econômica mundial.

A crise no setor de exportação provocou a demissão de milhões de trabalhadores no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud