Novo site reforça voz de jovens africanos

17 junho 2009

Iniciativa do Unicef responde a uma pesquisa sobre o déficit de participação dos jovens no processo de tomada de decisões no continente.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Cerca de 30% de jovens africanos com idades entre os 15 e os 17 anos tem receio de expressar as suas opiniões.

O resultado consta de uma pesquisa realizada em 38 países do continente. 40 mil jovens foram entrevistados durante o estudo, apoiado pelo Fundo da ONU para a Infância, Unicef.

Plataforma

Numa resposta à pesquisa, a agência das Nações Unidas e seus parceiros decidiram ampliar e reforçar o site de internet "Fala África", ligando e envolvendo mais jovens activistas e organizações juvenis. Os jovens podem acessar o site visitando o www.speakafrica.org.

"Fala África" é uma plataforma continental de comunicação que ajuda os jovens a trocarem ideias e experiências, trabalharem juntos e envolverem-se em assuntos que afectam as suas vidas e o desenvolvimento do continente.

O site foi relançado na terça-feira com novos atractivos, incluindo uma capacidade para várias línguas.

O director do Unicef para Planeamento e Programas, Richard Morgan, disse que os jovens africanos não podem participar no desenvolvimento do continente enquanto não tiverem a oportunidade de expressar as suas opiniões e participar no processo de tomada de decisões.

Debates

O site da plataforma "Fala África" vai iniciar uma série de debates sobre temas cruciais para as nações africanas. Números de telefones móveis vão ser colocados à disposição de jovens em muitos países para facilitar a sua participação em pesquisas telefónicas.

Escolas de países como o Senegal, Gana, Uganda e África do Sul vão também ser conectadas através da internet, permitindo aos estudantes colaborarem em assuntos de interesse comum.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud