Perspectiva Global Reportagens Humanas

Bonn avança negociações sobre clima

Bonn avança negociações sobre clima

Chefe da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, Unfccc, Yvo de Boer, diz que reunião na Alemanha abriu caminho para mais progressos sobre 2ª. fase do Acordo de Kyoto.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas encerraram, nesta sexta-feira, duas semanas de negociações sobre o texto que poderá ser a base da segunda fase de cumprimentos do Protocolo de Kyoto.

A declaração é do chefe da Convenção da ONU sobre Mudança Climática, Yvo de Boer, no encerramento da reunião em Bonn, na Alemanha.

Emissões

Segundo ele, os participantes do evento concordaram com a urgência da formulação dos termos do acordo.

Foi a primeira vez também que uma reunião sobre o tema debateu os textos que darão início às negociações para a segunda fase do documento, marcada para expirar em 2012.

O Protocolo de Kyoto prevê a redução de emissões que causam o efeito estufa.

Série de Temas

O chefe da delegação de Portugal, Nuno Lacasta, disse à Rádio ONU, de Bonn, que apesar dos avanços, ainda há uma série de temas que terão que ser acertados até a Conferência sobre Mudança Climática, que vai ocorrer em dezembro, na Dinamarca.

"Estou confiante que Copenhague vai ser um sucesso porque temos hoje, por um lado, a consciência clara de que a ameaça da mudança do clima e a urgência das repostas é central, e por outro lado temos outro evento importante que é o regresso dos Estados Unidos a este debate fundamental", afirmou.

Amazônia

Nuno Lacasta disse que os oito países de língua portuguesa estão sendo interlocutores ativos nas negociações e destacou o papel do Brasil e da Amazônia no processo.

"É por um lado uma economia emergente mas é por outro uma grande potência. O Brasil tem um sentido de responsabilidade coletiva muito grande. Sendo um país em desenvolvimento tem disparidades internas muito grandes. Finalmente o Brasil é o berço da Floresta Amazônica e a componente florestal da posição brasileira é central.

Três Encontros

O Brasil tem sido um parceiro muito construtivo neste debate, tentando em muitas ocasiões apresentar propostas no sentido de construir pontes entre as posições dos países desenvolvidos e em desenvolvimento", contou.

O encontro em Bonn reuniu mais de 4,5 mil delegados de 183 países.

Outras três reuniões devem ocorrer antes da conferência em Copenhague. Os encontros serão realizados em Bonn, Bangcoc e Barcelona.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.