Aliança Brasil-Portugal é estratégica, diz ministro
BR

8 junho 2009

Ministro português dos Negócios Estrangeiros diz que os dois países lusófonos devem aproveitar cumplicidades estratégica e histórica para lidar com mundo cada vez ‘mais multipolar e difícil’.

[caption id="attachment_165151" align="alignleft" width="175" caption="Luís Amado"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O ministro das Relações Exteriores de Portugal, Luís Amado, afirmou que a relação de seu país com o Brasil está cada vez mais estratégica.

Segundo ele, as duas nações têm uma aliança semelhante como à que a Grã-Bretanha e os Estados Unidos "souberam formar" no século 20.

Ponte

Para Amado, a cooperação Brasil-Portugal é vital para se relacionar com um mundo cada vez mais formado por blocos.

A declaração foi feita durante uma entrevista exclusiva à Rádio ONU na semana passada.

"Acho que Portugal tem uma responsabilidade muito particular como país ocidental, como tem o Brasil. E é aliás esta ponte que tem favorecido um grande entendimento estratégico e uma grande cumplicidade estratégica entre Portugal e o Brasil nos últimos anos.

Próximas Décadas

Muito semelhante àquela que o Reino Unido e os Estados Unidos souberam assumir no século 20. Acho que Portugal tem que ser capaz com o Brasil de interpretar esta relação de cumplicidade estratégica e histórica que têm na harmonização de um mundo multipolar e, por isso, difícil de gerir como aquele que vamos ter aí nas próximas décadas.

E em que quer Portugal, quer o Brasil, seguramente, como Angola, como outros países de língua portuguesa não deixarão de desempenhar esta função", afirmou.

Além de Brasil e Portugal, existem mais seis países que falam português: cinco deles na África e o Timor-Leste na Ásia.

O ministro Luís Amado esteve na sede da ONU na última terça-feira para uma reunião com o Secretário-Geral Ban Ki-moon.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud