OMS quer vacina contra rotavírus em calendários nacionais

5 junho 2009

Agência da ONU recomenda que todos os países coloquem a vacinação em seus programas para prevenir o vírus que mata pelo menos 500 mil pessoas por ano, particularmente em África e na Ásia.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Iorque*.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, pediu a todos os governos que incluam em seus calendários nacionais de imunização, a vacina contra o rotavírus.

Segundo a OMS, pelo menos 500 mil pessoas morrem todos os anos de diarreia após contrair o vírus. E cerca de 2 milhões são hospitalizadas por causa da doença.

Recomendação

A maior parte das mortes ocorre na África e na Ásia. A OMS informou que as novas recomendações do Grupo Estratégico de Especialistas, Sage, dá continuidade às orientações feitas em 2005 para a Europa e as Américas.

Os novos dados dos testes clínicos avaliaram a eficácia da vacina em países com altas taxas de mortalidade infantil. O resultado levou à recomendação para o uso global da vacinação.

Os detalhes do estudo foram publicados na Revisão Epidemiológica Semanal nesta sexta-feira.

Participam ainda da iniciativa da OMS, a Aliança Gavi e a Fundação Melinda & Bill Gates. O presidente do Programa de Saúde Global da fundação, Tachi Yamada, disse que é preciso agir agora para levar a vacina à África e à Ásia, onde ocorrem 85% das mortes pelo rotavírus.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud