OMM: vários factores podem ter causado desastre aéreo

2 junho 2009

Segundo chefe da Organização Mundial de Meteorologia, acidente pode ter ocorrido por vários motivos, incluindo temperatura, e não seria profissional especular razões antes mesmo de uma investigação.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

A Organização Mundial de Meteorologia, OMM, informou nesta terça-feira que o desaparecimento do voo 447 da Air France não foi causado somente pelas condições do tempo.

Numa entrevista à Rádio ONU, o chefe da Unidade de Meteorologia Aeronáutica da agência, Herbert Puempel, disse que é muito improvável que apenas um factor leve a um acidente aéreo.

Acidente

Segundo Puempel, as condições do tempo na área do Atlântico, onde ocorreu o acidente, não têm nada de excepcional.

Ele lembrou que a zona é conhecida por produzir tempestades frequentes.

Para a agência da ONU, com sede em Genebra, na Suíça, pode haver várias explicações para o que ocorreu com o avião.

De acordo com a empresa Air France, o voo que deixou o Rio de Janeiro no

domingo à noite transportava 216 passageiros e 12 tripulantes. O avião desapareceu do radar quando atravessava o Oceano Atlântico a caminho de Paris.

Tragédia

O representante da OMM disse que não é correcto especular sobre as razões da tragédia.

Herbert Puempel contou que certamente será lançado um inquérito para apurar as causas. E segundo ele, não seria profissional especular sobre teorias e hipóteses para o acidente.

A empresa Air France informou que a última comunicação do piloto do avião com a torre de controle relatou um curto-circuito ao atravessar uma zona de turbulência.

De acordo com agências de notícias, aviões militares teriam localizado destroços de uma aeronave, a 650 km de Fernando de Noronha, mas ainda não há confirmação se o material seria realmente o do voo 447.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud