Missão da ONU chega a Gaza para investigar violações

1 junho 2009

Grupo liderado pelo jurista sul-africano, Richard Goldstone, entrou no território palestino através do Egipto após ter seus vistos negados por Israel.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Uma missão das Nações Unidas, que apura alegações de violações das leis internacionais, durante o conflito em Gaza, já está na região para uma visita de uma semana.

O grupo, liderado pelo jurista sul-africano Richard Goldstone, teve que entrar em Gaza pelo Egipto após ter seu pedido de vistos negado por Israel.

Alegações

A missão foi recebida por Ghazi Hamad, um dos porta-vozes do grupo islâmico Hamas, que controla Gaza.

Leia o boletim de Daniela Kresch, da Rádio ONU em Tel Aviv.

"Goldstone, veterano na investigação de crimes de guerra, pretende examinar alegações de que Israel violou leis internacionais durante o conflito entre o país e o grupo islâmico Hamas, há cinco meses, que deixou cerca de 1,5 mortos.

Durante uma semana, ele e sua equipa vão conversar com testemunhas e vítimas das supostas violações, além de visitar organizações não-governamentais e agências da ONU na região.

Investigação

Os resultados da investigação serão divulgados em Agosto.

O governo israelense já informou que não vai colaborar com a missão, que considera tendenciosa contra o país."

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, pediu uma indemnização de mais de US$ 11 milhões a Israel por perdas e danos.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud