Nepad debate papel da sociedade civil em África

29 maio 2009

Peritos de vários países africanos reuniram-se em Adis-Abeba para discutirem a contribuição do sector privado e da sociedade civil em África aos objectivos do órgão.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Nova Parceria para o Desenvolvimento de África, Nepad, quer reforçar o envolvimento do sector privado e da sociedade civil nos seus programas.

Especialistas de vários países do continente terminaram esta sexta-feira uma reunião de dois dias em Adis-Abeba, na Etiópia, para discutirem formas de alcançar esses objectivos.

O encontro foi organizado pelo órgão, pela Comissão Económica da ONU para África, ECA e pela União Africana, UA.

Integração

A Nepad foi criada durante a cimeira da UA em 2001 para melhorar o desempenho económico do continente. Logo a seguir, a ONU decidiu transformar o órgão no único instrumento para a canalização dos esforços internacionais para o desenvolvimento de África.

O representante da Nepad, Emmanuel Nnadozie, disse aos participantes que a próxima integração do órgão nas estruturas da União Africana não significa o desaparecimento da parceria.

Roteiro

Uma nota da ECA indica que uma decisão final sobre a integração da Nepad na UA deverá ser tomada na próxima cimeira da organização pan-africana, marcada para o início de Julho.

A reunião debateu a importância do sector privado, incluindo a elaboração de um roteiro para a implementação de um sistema eficaz de microcrédito que financie pequenas e médias empresas no continente.

Os especialistas analisaram também uma melhor articulação das várias iniciativas da sociedade civil com os objectivos defendidos pela Nepad e pela UA.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud