ONU condena ensaio nuclear da Coreia do Norte

26 maio 2009

Ban Ki-moon descreveu o teste como uma violação clara e grave das resoluções do Conselho de Segurança; segundo agências de notícias, o ensaio nuclear subterrâneo foi seguido pelo lançamento de dois mísseis.

Carlos Araújo, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas está a preparar uma resolução sobre o ensaio nuclear subterrâneo realizado pela Coreia do Norte na segunda-feira.

A afirmação foi feita pelo presidente do órgão para o mês de Maio, o embaixador Vitaly Churkin, da Rússia.

Condenação Unânime

Falando a jornalistas no final de uma sessão de emergência do Conselho de Segurança, convocada pelo Japão, na segunda-feira, ele disse que o órgão máximo da ONU manifestou a sua forte oposição ao ensaio nuclear norte-coreano. Churkin afirmou que a condenação do conselho foi unânime.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, também deplorou energicamente a realização do teste nuclear subterrâneo.

Num comunicado emitido pela sua porta-voz, Ban descreveu o acto como uma violação clara e grave das resoluções do Conselho de Segurança.

Ele disse estar profundamente preocupado com o impacto negativo do ensaio na paz e estabilidade regionais.

Curto Alcance

Segundo agências de notícias, a Coreia do Norte lançou dois novos mísseis, horas depois da reunião do Conselho de Segurança da ONU.

De acordo com as mesmas fontes, os mísseis de curto alcance foram lançados de uma base no leste do país.

No início de Abril, as Nações Unidas condenaram o lançamento de um foguete pela Coreia do Norte.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud