Paquistão tem maior número de deslocados do mundo
BR

20 maio 2009

Combates entre tropas do governo e o movimento islâmico Talebã levaram quase 2 milhões a fugir de suas casas; alto comissário da ONU para Refugiados pede mais assistência internacional.

Carlos Araujo, da Rádio ONU em Nova York.*

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que cerca de 2 milhões de pessoas no Paquistão fugiram dos combates entre tropas do governo e o movimento islâmico Talebã, no Vale do Swat, noroeste do país.

De acordo com a agência, o deslocamento é o maior e o mais rápido, registrado nos últimos anos.

Visita

Segundo a ONU, pelo menos 10% dos deslocados estão procurando abrigo nos acampamentos.

O chefe do Acnur, António Guterres, pediu à comunidade internacional para ajudar o país a abrigar os que estão fugindo da violência. No domingo, Guterres deixou o Paquistão após uma visita de três dias aos refugiados.

Segundo ele, a falta de apoio aos deslocados é um elemento desestabilizador na região.

Centros Humanitários

O Acnur criou um centro de distribuição na cidade de Nowshera para receber e doar materiais como sabão e almofadas. Instalações semelhantes foram abertas na capital do país, Islamabad, Karachi e Lahore.

A agência também estabeleceu centros humanitários, em parceria com o Programa Mundial de Alimentos, PMA, e o governo paquistanês, e está cadastrando deslocados para oferecer comida e outros artigos de primeira necessidade.

*Apresentação: Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud