Presidente do Brasil recebe prémio Houphouët-Boigny

13 maio 2009

O prémio da Unesco reconhece papel de Luiz Inácio Lula da Silva na promoção da paz e diálogo e na luta contra a pobreza; antigos laureados incluem Nelson Mandela, Jimmy Carter e Yitzhak Rabin.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque*

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quarta-feira o Prémio Félix Houphouët-Boigny da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

O anúncio foi feito em Paris pelo ex-presidente de Portugal, Mario Soares como informou a porta-voz de Ban Ki-moon, Michele Montas.

Paz e Diálogo

De acordo com os jurados, a escolha de Lula foi feita por causa das "acções que o presidente tem vindo a tomar na promoção da paz, do diálogo, da democracia e justiça social e também pela contribuição de Lula à erradicação da pobreza e de proteção dos direitos das minorias", no país.

O Prémio Félix Houphouët-Boigny, que leva o nome do primeiro presidente da Cote d'Ivoire, a antiga Costa do Marfim, foi criado em 1989 pela Unesco.

A distinção é concedida, anualmente, a pessoas e organizações que trabalham pela manutenção da paz.

No passado, o prémio foi entregue a Nelson Mandela, Yitzhak Rabin, Shimon Peres, Jimmy Carter e Yasser Arafat entre outros.

*Apresentação: Carlos Araújo, Rádio ONU, em Nova Iorque.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud