ONU preocupada com conflito tribal no Sudão

22 abril 2009

Dezenas de pessoas morreram e muitas outras ficaram feridas este fim de semana em confrontos tribais no Estado de Jonglei; Unmis pediu às partes para resolverem as suas diferenças de forma pacífica.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A missão de paz da ONU no Sudão, Unmis, expressou esta quarta-feira a sua profunda preocupação por novos confrontos tribais no Estado de Jonglei, no sul do país.

Dezenas de pessoas são referidas como tendo sido mortas este fim de semana, e muitas outras foram feridas ou forçadas a fugir.

Segurança

Numa nota emitida em Cartum, a Unmis apela a todas as partes para não usarem a violência e resolverem as suas diferenças através do diálogo e de acordo com o Tratado Global de Paz, que pôs fim à guerra civil entre o norte e o sul, em 2005.

A missão das Nações Unidas pediu às autoridades locais para tomarem medidas e restaurar a estabilidade nas áreas afectadas pela violência. Apelou ainda ao governo do Sul do Sudão para fazer tudo ao seu alcance para garantir a segurança de civis e acabar com as hostilidades tribais em Jonglei.

Gado

A nota da Unmis promete também o apoio da ONU para evitar a escalada do conflito, notando que a organização continuará a asistir os civis afectados pelos confrontos.

Segundo agências de notícias, o conflito em Jonglei envolve as tribos Lou e Murle e pode estar ligada ao roubo de cabeças de gado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud