Florestas sustentam 1,6 bilhão de pessoas
BR

22 abril 2009

Fórum das Nações Unidas sobre Florestas debate economia verde e preservação. Dados da FAO sugerem que desmatamentos acabam com 13 milhões de hectares anualmente.

Michelle Alves de Lima, da Rádio ONU em Nova York.*

Dezenas de pessoas estão reunidas em Nova York para participar do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas.

O encontro de duas semanas está debatendo economia verde, formas de acabar com o desmatamento, e desenvolvimento sustentável para as populações que vivem em áreas de florestas em todo o mundo.

Leia o boletim de Michelle Alves de Lima, da Rádio ONU em Nova York.

Mudança do Clima

"Um dos participantes do fórum, o chefe da Divisão do Meio Ambiente do Itamaraty, Fernando Coimbra, disse à Rádio ONU que um dos destaques da do país no evento é o debate sobre biodiversidade.

"É uma reunião muito importante para o Brasil porque estaremos discutindo importantes assuntos como a relação das florestas com a mudança do clima e a questão das florestas e da biodiversidade", disse.

Segundo especialistas, uma das formas de manter a floresta viva, por várias gerações, é implementar políticas de gerenciamento sustentável.

Angola e Cabo Verde

De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, as matas cobrem atualmente 30% do território mundial, o que significa menos de 4 bilhões de hectares.

Mas segundo a agência, os desmatamentos acabam com 13 milhões de hectares todos os anos.

Estimativas do Banco Mundial apontam que mais de 1,6 bilhão de pessoas tiram seu sustento das florestas.

Já o comércio internacional com os produtos retirados dessas regiões somam US$ 270 bilhões por ano, o equivalente a pouco mais de R$ 603 bilhões."

Na última reunião do fórum, em 2007, os países-membros do grupo, entre eles Angola, Brasil, Cabo Verde e Congo, concordaram em criar um mecanismo para o gerenciamento florestal de cooperação internacional.

O Fórum sobre Florestas em Nova York termina em 1° de maio.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud