Ban volta a pedir helicópteros para Darfur

22 abril 2009

Num relatório ao Conselho de Segurança, Ban Ki-moon descreveu a situação de segurança naquela conturbada província sudanesa de preocupante; ele pediu também ao Sudão para reconsiderar a expulsão de 16 ONGs.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, descreveu a decisão do governo do Sudão de expulsar 16 ONGs da província de Darfur de extremamente negativa.

Num relatório enviado na terça-feira ao Conselho de Segurança, Ban pediu ao governo para reconsiderar a medida, afirmando ela iria agravar ainda mais a situação humanitária naquela conturbada região.

Confrontos Armados

A decisão do governo de Cartum foi tomada após o indiciamento do presidente Omar al-Bashir pelo Tribunal Penal Internacional, TPI, por crimes de guerra e contra a humanidade. O presidente sudanês nega as acusações.

No relatório, o Secretário-Geral indica que a situação de segurança na província continua a preocupar a ONU, devido à continuação de confrontos armados entre o governo e grupos rebeldes, conflitos tribais e o reforço militar ao longo da fronteira com o Chade.

Ban Ki-moon voltou a pedir aos Estados membros para fornecerem à operação conjunta da ONU e da União Africana, UA, em Darfur, Unamid, equipamento crucial ao funcionamento da missão, particularmente helicópteros militares.

Solução Pacífica

Ele apelou também a todas as partes para cooperarem com o mediador-chefe das Nações Unidas e da UA, Djibril Bassolé, na busca de uma solução pacífica para o conflito.

A Unamid foi criada para proteger civis no Darfur, onde se estima que já tenham sido mortas mais de 300 mil pessoas e outras 2,7 milhões tenham sido forçadas a sair das suas casas desde a eclosão de um conflito civil em 2003, entre rebeldes, forças governamentais e milícias.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud